Beleza

Marcas de perfumes importados que saíram das passarelas

13/06/2014

Quem adora moda sabe combinar estilos, acessórios, cores, tecidos… certo? Mas será que a moda está relacionada apenas ao vestuário? E se eu dissesse que há muito mais além das passarelas?

Podemos perceber a expansão de algumas marcas para um alcance maior no mercado de moda e beleza, como Giorgio Armani, Burberry, Hermés Paris, Dolce & Gabana entre outras. A concepção de peças de vestuário continua sendo o principal negócio, porém, há o investimento em novos produtos, como linhas de cosméticos, perfumaria e até celular (no caso do Prada Phone LG P940).

Veja também: Os 6 melhores perfumes importados femininos

Muitas grifes de moda, tradicionais das passarelas e influentes no mundo fashion começaram como pequenas butiques e aos poucos foram ganhando o mercado de luxo. A maioria dessas marcas teve origem em regiões da Europa e contaminaram os hemisférios, tendo seus produtos importados para outros países.

marcas-de-perfumes-importados-femininos

Foto: Reprodução

No Brasil, vemos uma grande aceitação, principalmente, de acessórios e perfumes importados. Há lojas físicas dessas marcas em algumas de nossas grandes capitais; em shoppings centers selecionados para que o consumidor tenha contato com esses produtos.

Mas você sabe…

Quais marcas migraram das passarelas para o mercado de perfumaria?

Bem, temos grandes nomes, isso porque seu negócio cresceu tanto que foi preciso explorar novos nichos. Como vemos, essa ousadia deu certo e reconhecemos grifes famosas que conseguiram alcançar seu sucesso.

Perfumes | Chanel Nº 5

Um dos exemplos mais conhecidos é a riquíssima Chanel. Criada pela estilista parisiense Coco Chanel, a marca começou como uma pequena chapelaria e loja de vestidos, ganhando proporção mundial devido à genialidade da designer que endossa o nome da empresa.

Chanel trouxe o conceito que conhecemos hoje de “pretinho básico” ao criar modelos de vestidos para o verão, com corte nos joelhos e destaque para o desenho do corpo feminino. A grife se tornou tendência em toda a Europa e conquistou a clientela.

Aproveitando o sucesso, a estilista excêntrica resolveu lançar seu primeiro perfume, o Chanel nº 5, em 1921. A proposta era de que a fragrância tivesse um aroma impossível de se imitar e destacasse toda a feminilidade da mulher, a independência e a sedução.

marcas-de-perfumes-importados-femininos-perfume-chanel-n 5

Foto: Reprodução

Perfumes | Miss Dior

Temos também a Dior, famosa marca francesa fundada pelo estilista Christian Dior em 1946. Enviado a Paris para estudar Relações Internacionais, Christian percebeu aos poucos uma inclinação às artes ao frequentar ateliês de pintura e desenho.

Foi então que descobriu sua habilidade para desenhar roupas; conheceu alguns amigos da indústria têxtil e começou a produzir suas criações. Aos poucos montou a Maison Dior e ganhou fama internacional com seu trabalho.

Lançou, em 1947 sua primeira fragrância, Miss Dior. O perfume é claramente uma referência à moda e mistura aromas florais, frutais, frescos cítricos e Chipre. O produto se mantém até hoje como principal representação da grife no setor de perfumaria e agrada aos olfatos mais exigentes.

marcas-de-perfumes-importados-femininos-miss-dior

Foto: Reprodução

Perfumes | Carolina Herrera

Carolina Herrera foi outra grande estilista venezuelana que ganhou seu lugar no mercado da moda. Carolina trabalhou, inicialmente, como relações públicas aos 25 anos. Mais tarde, casou-se com o editor da revista Vanity’s Fair em 1968; já em 1980, nos EUA, foi eleita como uma das mulheres mais bem vestidas. No mesmo ano, resolveu lançar seu primeiro trabalho de estilismo e consagrou-se no mercado de moda.

Ousou na carreira quando lançou seu primeiro perfume, em 1988, com seu nome. Atualmente, conhecemos a marca Carolina Herrera e toda a sua linha de fragrâncias 212 (como 212 sexy e VIP). Além de perfumes importados femininos, temos também o 212 Men e um destaque para o conceituado CH Carolina Herrera.

marcas-de-perfumes-importados-femininos-carolina-herrera

 Foto: Reprodução

Perfumes | Calvin Klein

Falando em perfumes importados masculinos, temos duas grifes bastante renomadas. A primeira delas é a Calvin Klein. Lançada pelo estilista americano que dá nome à empresa, foi lançada em 1978, com matriz localizada em Nova Iorque até hoje e é considerada uma das maiores grifes do mundo.

Em 1980, a maca resolveu diversificar sua linha de produtos com o lançamento de coleções de roupas íntimas e perfumes. Além da Calvin Klein Underware, uma linha de perfumaria bastante famosa da grife é a Calvin Klein IN2U para homens e para mulheres, além das colônias tradicionais.

marcas-de-perfumes-importados-femininos--calvin-klein

Foto: Reprodução

Perfumes | Hugo Boss

Nosso segundo nome é Hugo Boss. O alemão Hugo Ferdinand Boss nasceu em 1885, fundou sua empresa de roupas em 1923, mas que fez sucesso somente depois de sua morte em 1948.

O primeiro terno foi lançado em 1953 e desde então a grife se tornou referência em moda social masculina. Após 70 anos de fundação, a marca resolveu lançar seu primeiro perfume, o Boss. Atualmente, possui linha de fragrâncias tanto masculina quanto feminina, além de trabalhar em coleções de roupas, óculos, sapatos e relógios.

 marcas-de-perfumes-importados-femininos-hugo-boss

O Perfume Hugo Boss masculino (do meio) é perfeito! Super aconselho para os homens ou namoradas de plantão!

—–♥—–

Veja também: Os 6 melhores perfumes importados femininos

Viram como é interessante saber de onde vem o sucesso desses perfumes importados? É muito bacana ver como a moda influência outros setores do mercado e constrói sua história através das grandes grifes. Esperamos ter alimentado a curiosidade de vocês para experimentar algumas dessas fragrâncias!

Este post é uma contribuição da equipe do Buscapé ao blog Coquetel Fashion

 Siga o blog nas redes sociais : INSTAGRAM | FACEBOOK | TWITTER | YOUTUBE

You Might Also Like

Deixe o seu comentário!