Life Style

O QUE É MINIMALISMO?

18/05/2018
minimalismo-o-que-e

O que significa a palavra minimalismo? O minimalismo é uma corrente artística que só utiliza elementos mínimos e básicos, seja na moda, na arquitetura na literatura e onde mais este conceito se encaixar.

Porém tenho visto pessoas (e me incluo nessa) utilizarem este conceito em um campo mais amplo.

Eu por exemplo, acredito que o estilo minimalista pode ser usado como uma forma de focar no que é essencial e suficiente para você. Como sendo uma forma de se livrar dos excessos e se concentrar no que é importante para encontrar a felicidade, a realização pessoal e se conectar com o que de fato te faça sentido.

Tendo essa clareza em mente fica mais fácil identificar o que é necessário do que é excesso, para assim, tomar decisões mais conscientes.

Não estou dizendo que para ter ou viver o estilo minimalista você tenha que necessariamente abrir mão dos diversos sapatos que talvez tenha no seu guarda roupa ou decorar o seu apê com o mínimo possível, mas sim analisar se todos esses pertences ou até mesmo a falta deles fazem sentido na sua vida.

Até um tempo atrás eu era bem apegada a algumas coisas materiais como roupas, por exemplo. Quem nunca guardou uma peça na gaveta por anos achando que um dia usaria de novo?

Pois é, este hábito não me pertence mais graças ao meu desenvolvimento pessoal e minha busca constante pela minha melhor versão. Percebi que eu ficava muito mais feliz em doar a peça para quem realmente precisava, do que deixá-la guardada bloqueando a minha prosperidade e até mesmo a abundância na minha vida – assunto para um próximo post.

Passei a consumir de forma consciente e por coincidência (#sqn) tem até sobrado mais dinheiro para poupar!

Consequência do meu consumo consciente: Menos roupas do guarda-roupa, mais peças em tons neutros, recortes básicos, quase nada de estampas e muita criatividade para montar muitos looks e combinações diferentes.

look-minimalista

Por conta disso, passo alguns poucos minutos livres do meu dia, pinando looks minimalistas no Pinterest (gosto muito mais dessa rede social do que do Facebook), que me servem de referência para os dias com menos inspiração para me vestir.

E afirmo que é muito mais fácil  ficar estilosa usando apenas o básico e necessário do que se apegar a algumas tendências que talvez nem combinem com você.

Tudo isso me faz refletir muitas coisas, e uma delas é que agora eu “acho” que entendo o porquê na época da faculdade as minhas professoras usavam quase sempre preto, recortes mais geométricos, um acessório um pouco mais chamativo e um corte de cabelo que parecia que elas combinavam de cortar com o mesmo cabeleireiro, em vez de roupas da moda, mais coloridas e estampadas…

… Porque tudo é uma fase em nossas vidas. Um ciclo que começa e termina, onde algumas coisas se tornam supérfluas e outras ganham sentido.

Posso fechar essa reflexão com a afirmação que “Menos é Mais”, e de repente ser feliz com o necessário torna-se algo prazeroso e nos liberta de medos e amarras que o consumo em excesso nos causa.

Vai dizer que você nunca se viu desesperada perante algumas crenças consumistas da nossa sociedade um tanto quanto conservadora, onde somos “obrigados” a TER em vez de SER?

Tem que TER uma faculdade.

Tem que TER um carro do ano.

TEM que comprar um apartamento antes de casar.

Tem que TER filhos, pois onde já se viu uma mulher não desfrutar da dádiva de ser mãe.

Tem que TER estabilidade financeira até os 40.

Tem que TER isso e mais aquilo.

Mas peraí, e se eu não quiser TER nada disso. E se ao invés de ter um carro do ano eu preferir andar de Uber, já que durante um ano, talvez eu poupe muito mais do que aquela pessoa que esta se matando para pagar a prestação do automóvel, sem contar com o combustível, o seguro, o IPVA e até com aquela batida que não estava nos seus planos?

E se ao invés de morar em um único apartamento eu pudesse morar cada temporada em um imóvel diferente, quiçá até em diferentes cidades e países, já que o Airbnb possibilita isso?

E se eu não quiser ter um emprego estável e preferir empreender pelos meus sonhos, até ter o suficiente para encarar o próximo sonho?

Este é o conceito de minimalismo que eu tenho buscado para a minha vida. E você, o que tem buscado para a sua?

Você vai se deixar levar por todos esses padrões de vida pré estabelecidos por outros (e que fique bem claro que não tem absolutamente nada de mal se essa for sua decisão) ou vai preferir viver o seu próprio padrão e se permitir mais?

Eu tenho tentado me permitir mais e posso te contar que estou muito mais leve e minimalista que eu jamais fui na minha vida e estou adorando essa nova fase.

Permita-se!

Beijos
Monique

You Might Also Like

Deixe o seu comentário!