Brasil Viagem

5 Pontos turísticos do Rio de Janeiro para conhecer

05/07/2016
pontos-turisticos-do-rio-de-janeiro

O Rio de Janeiro é cheio de coisas para se fazer, mas às vezes você está com o tempo curto na cidade e não pode aproveitar tudo que ela oferece. Não vou falar dos pontos turísticos do Rio de Janeiro que são considerados básicos (como o Pão de Açúcar e a estátua do Cristo Redentor) por aqui, porque isso você pode encontrar em qualquer outro lugar. Vamos mais a fundo no turismo do Rio, e ver a cidade com olhos cariocas.

Pontos turísticos do Rio de Janeiro

1. Praias do Rio de Janeiro

pontos-turisticos-do-rio-de-janeiro-praia-de-ipanema

A praia de Copacabana é um dos quadros decorativos do Rio. uma parada obrigatória na sua visita. Aproveite que está por lá e visite também a praia de Ipanema. Você pode pegar o metrô (de Copacabana para Ipanema demora menos de dez minutos) ou caminhar até o bairro seguinte (de 40 minutos a uma hora, dependendo de onde você esteja em Copacabana). Aproveite e tome um Mate Leão e coma um biscoito Globo enquanto estiver na praia – lanchinho super carioca. Outra dica é ver o pôr do sol na pedra do Arpoador, bem no comecinho da praia de Ipanema.

2. Noite carioca

pontos-turisticos-do-rio-de-janeiro-lapa-noite-carioca

Os cariocas sabem se divertir, e não é se bronzeando na praia não! O bairro da Lapa tem várias atrações, para todos os gostos. Se você quiser algo bem brasileiro, recomendo o Rio Scenarium, um bar que foi escolhido como um dos dez melhores do mundo pelo jornal The Guardian.

O bar tem aproximadamente três mil metros quadrados e três andares, com decoração antiga, que remete aos tempos coloniais. A programação musical inclui música ao vivo (apenas música brasileira), MPB e chorinho.

Caso não goste de música brasileira, vale conferir de qualquer forma, apenas pela decoração histórica do ambiente e pelos petiscos servidos no local, que são ótimos. Mas não se engane: na Lapa também tem atração para quem gosta de rock e pop, como o Teatro Odisséia. Verifique a programação do local antes de se aventurar, pois as festas mudam. E para quem quer apenas sentar e bater papo, tem opção também.

Para quem quer ficar na zona sul do Rio, recomendo passear em Ipanema à noite. Você vai encontrar bares e restaurantes maravilhosos. Recomendo o Barthodomeu, onde você pode pedir da tradicional feijoada a pasteizinhos e batata frita. Se estiver com preguiça, eles também entregam onde você estiver. Depois de um barzinho em Ipanema, que tal ir dançar num lugar bem bacana?

O bar Empório, na Rua Maria Quitéria, é bem legal se você gosta de Rock. As pessoas lá tendem a ser amigáveis e você facilmente fará novas amizades.

Outra opção para quem curte balada é a Casa da Matriz, em Botafogo. A casa tem festas para todos os gostos, de quarta a domingo. Veja a programação, pois ela varia.

3. Parque Lage

pontos-turisticos-do-rio-de-janeiro-parque-lage

O Parque Lage abriga lindos jardins geométricos, onde você pode encontrar vários animais ao ar livre (pássaros e miquinhos) por conta da ligação que o parque tem com a Mata Atlântica. Além do contato maravilhoso com a natureza, o parque tem um casarão com uma piscina no meio, dando um ar bem bucólico ao local.

Se você chegar cedo, aproveite para tomar um café na manhã (a partir de R$25 por pessoa) no Café du Lage, à beira da piscina, que além de mesas normais de restaurante, também tem almofadas para se sentar no chão. A casa também abriga exposições dos alunos da EAV do Parque Lage, transformando a visita ao parque em um passeio bem cultural. A vista para o Cristo completa o cenário maravilhoso. Como o parque lota, sugiro ir com tempo (pois o café tem fila de espera) e preferencialmente de táxi ou Uber, pois o estacionamento pode ser um problema.

4. Santa Teresa

pontos-turisticos-do-rio-de-janeiro-bondinho-de-santa-teresa

O bairro de Santa Teresa é um recanto boêmio, bem tradicional da cidade. Além do bondinho, que voltou à atividade, não se esqueça de comer o pastel de feijão no bar do Mineiro e descer (ou subir) a Escadaria Selarón, criada pelo artista chileno Jorge Selarón. A escadaria possui 215 degraus, feitos com mais de dois mil azulejos diferentes, provenientes de mais de setenta países – não é à toa que é famosa, atraindo vários artistas e aparecendo em vários vídeos, como em um clipe do U2.

Falando em artistas, o bairro é lotado deles: o local é conhecido como “Montmartre carioca” por causa do grande número de ateliês que se encontram no local, então tem bastante coisa para se apreciar no bairro.

5. Museu do Amanhã

pontos-turisticos-do-rio-de-janeiro-museo-do-amanha

Um museu para quem não gosta de museu. Projetado pelo arquiteto espanhol Santiago Calatrava, o museu abriu no final de 2015 e é o novo ícone da região portuária. O Museu do Amanhã mistura arte com ciência, com instalações audiovisuais e jogos, sendo um ambiente completamente interativo. É o primeiro museu experiencial no Rio, isto é, o conteúdo é apresentado de forma sensorial.

Além disso, o museu tem um auditório com 400 lugares, cafeteria, área dedicada a exposições temporárias, lojas e restaurantes. A área externa também é linda (e já virou cartão postal!), vale a pena conferir.

E você? Gostou da lista? Já foi em algum destes locais?

Post elaborado por: Matheus Bertoluci

You Might Also Like

Deixe o seu comentário!